sábado, agosto 01, 2009

Jornal da Globo recomenda (mal) música francesa

A coluna do produtor musical Nelson Motta no Jornal da Globo de ontem teve como tema a música francesa. Apesar de conhecer o negócio, Nelson mostrou estar desatualizado. Disse, por exemplo que "a língua não combina com o rock, o funk ou o hip hop. Porque roqueiro e rapper fazendo bico para cantar não dá, né?"

Para ele, o melhor foi Henry Salvador, apenas porque cantava em estilo brasileiro — ele teria servido de inspiração para a Bossa Nova. Outra aposta foi Camille, igualmente porque cantava Bossa Nova, no grupo Nouvelle Vague. Mas Camille tem proposta mais performática do que musical. E ainda indicou Coralie Clement, que também canta Bossa e ficou famosa por ser irmã do cantor Benjamin Biolay.

"A Bossa Nova parece que nasceu para ser cantada em francês", comentou Nelson. O produtor parece ter pensado na cultura francesa olhando para o próprio umbigo.

Um comentário:

alberto disse...

Realmente o Nelson Motta está ultrapassado. Há Rappers e cantores de hip-hop excelentes na França. Só pra citar alguns: MC Solaar (ótimo) Alibi Montana, Diam's.